EDITORIALESPORTE

Tite diz que recusaria convite para encontro com Bolsonaro em 2019

Tite, técnico da seleção brasileira, disse na terça-feira (4), que não aceitaria um casual convite para encontrar o presidente eleito Jair Bolsonaro em 2019, antes ou depois da Copa América, que será realizada no país.

Tite declarou que “sua atividade não se mistura com a política”, e ele não se sentiria confortável com o encontro.

O técnico não quis dar uma resposta direta, mas deu a entender que discordava da presença de Bolsonaro, que é palmeirense, no momento da entrega da taça ao campeão do Campeonato Brasileiro.

“Eu tenho opinião, mas não quero opinar, não devo opinar. Sei da minha posição, não quero”, desconversou.

Você pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo número (83) 3531-2818.

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar
Pular para a barra de ferramentas