EDITORIALESPORTE

Resta um: Corinthians é o único rival paulista que ainda não foi batido pelo Cruzeiro em uma final

O Cruzeiro tem uma história recheada de títulos e já complicou a vida da maioria dos grandes clubes do Brasil em confrontos decisivos. Nas próximas duas semanas, tem pela frente mais um tradicional rival: o Corinthians, adversário na final da Copa do Brasil 2018. O primeiro jogo da decisão será nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Mineirão. E o Timão é uma pedra no sapato celeste. É o único grande time paulista que o Cruzeiro não derrotou em decisão de campeonato. São Paulo, Palmeiras e Santos já foram batidos pela Raposa em finais.

São Paulo: rival derrotado em 1995 e 2000
O Tricolor já foi vice para a Cruzeiro duas vezes. A primeira em 1995, na Copa Ouro. O time celeste se classificou por ter vencido a Copa Master da Supercopa, enquanto o São Paulo era o campeão da Conmebol. No duelo de ida, no Mineirão, vitória paulista por 1 a 0. No Pacaembu, na volta, vitória celeste pelo mesmo placar, com gol de Dinei. Nos pênaltis, o Cruzeiro levou a melhor e ficou com a taça. Nonato, Paulinho McLaren, Alberto e Gelson Baresi converteram as penalidades.

Cinco anos depois, Cruzeiro e São Paulo voltaram a se encontrar, dessa vez na grande final da Copa do Brasil. O primeiro jogo foi na capital paulista, e os times empataram sem gols no Morumbi. Na volta, no Mineirão, vitória cruzeirense por 2 a 1, com gols de Fábio Júnior e Geovanni. Mais um título para a Raposa, de novo em cima do Tricolor do Morumbi.

Santos: Taça Brasil de 1966
O primeiro título brasileiro do Cruzeiro foi, justamente, vencido contra um time paulista. E não era um time qualquer. Era “só” o Santos de Pelé. Os dois clubes mediram forças na decisão da Taça Brasil de 1966. O Cruzeiro provou que também não era um time qualquer e venceu com muita autoridade, vencendo os dois jogos. Na ida, no Mineirão, vitória maiúscula por 6 a 2. Os gols celestes foram marcados por Zé Carlos (contra), Natal, Dirceu Lopes (3) e Tostão.

Na volta, no Pacaembu, mais uma vitória cruzeirense. O Santos chegou a abrir 2 a 0, mas o Cruzeiro buscou três gols no segundo tempo e garantiu o título que “abriu a porteira” para o clube que é, hoje, tetracampeão brasileiro.

Palmeiras: ficou para trás em 1996
Um ano depois de derrotar o São Paulo na final da Copa Ouro, o Cruzeiro teve pela frente outro paulista: o Palmeiras. E, mais uma vez, o taça veio para Belo Horizonte. O time paulista conseguiu um grande resultado no jogo de ida da final da Copa do Brasil de 1996, no Mineirão (1 a 1), e levou uma vantagem para São Paulo, mas a Raposa se superou no Palestra Itália, venceu por 2 a 1, de virada, e ficou com a taça.

Os gols cruzeirenses na finalíssima foram marcados por Roberto Gaúcho e Marcelo Ramos – este último também fez o gol celeste no Mineirão, no jogo de ida.

Corinthians: Algoz em 1998
Dos quatro grandes paulistas, o Corinthians é o único, portanto, que nunca foi derrotado pelo Cruzeiro em uma decisão de campeonato. Se enfrentaram nessas circunstâncias apenas uma vez, em 1998, na decisão do Brasileirão – que teve três jogos.

No primeiro jogo, no Mineirão, empate por 2 a 2. No segundo, no Morumbi, novo empate – dessa vez por 1 a 1. A igualdade forçou a terceira e decisiva partida, e o Corinthians, que fez melhor campanha na fase classificatória, jogou em casa. Novamente no Morumbi, o Timão bateu o Cruzeiro por 2 a 0, com gols de Edílson e Marcelinho Carioca, e foi o campeão.

Exatos 20 anos depois, o Cruzeiro tem a oportunidade de “dar o troco” e levantar a taça da Copa do Brasil pela sexta vez, se tornando o maior campeão da competição e, também, o único a vencer o torneio duas vezes consecutivas. É aí que entra, de novo, o Corinthians como “pedra no sapato”.

Apenas uma vez na história o campeão da Copa do Brasil chegou à decisão no ano seguinte. Foi o Grêmio, que levantou o caneco em 1994 – batendo o Ceará na final – e, no ano seguinte, estava na decisão mais uma vez, contra o Corinthians. O Timão levou a melhor, evitou a conquista consecutiva do Tricolor gaúcho e levou para casa sua primeira Copa do Brasil. Busca, neste ano, seu quarto título no torneio.

O adversário é complicado e tem fortes credenciais, mas o Cruzeiro vem fortíssimo para a decisão. É o momento ideal para derrotar o Timão e aumentar, ainda mais, a fama “copeira” que, com merecimento, já tem.

Gostou? Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140.

GE

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar
Pular para a barra de ferramentas