EDITORIALPOLICIAL

Polícia evita homicídio e prende suspeitos em Patos

Após receber denúncias anônimas pelo Disque 197, as Polícias Civil e Militar da Paraíba montaram uma operação e conseguiram evitar na madrugada desta quarta-feira (5) um homicídio na cidade de Patos, no interior do Estado.

Os policiais prenderam em flagrante delito quatro homens, com antecedentes criminais, que estavam se preparando para cometer um assassinato. Com eles foram encontrados quatro revólveres, diversas munições e três toucas ninjas.

Os criminosos foram localizados escondidos numa área conhecida como “Beco do Xangô”, no bairro de Bivar Olinto. O nome da pessoa que seria morta pelos presos não foi revelado.

Os quatro homens foram identificados como Felipe Nogueira Ferreira, Matheus Soares de Almeida e Sousa (vulgo Puidence, Galeco e Mateuzinho), Júcelio da Silva Trajano e Antônio Rafael Teles de Brito (vulgo Telio). Todos já possuem extensa ficha criminal.

Segundo o delegado da Polícia Civil, em Patos, Demetrius Patricio de Mello, os quatro homens tentaram fugir quando perceberam a ação da polícia. Eles se esconderam dentro de uma casa, mas o local foi cercado.

Os quatro foram conduzidos à delegacia, onde foram autuados pelos crimes de associação criminosa armada, posse ilegal de arma de fogo de uso permitido e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito. Em seguida, foram encaminhados para a penitenciária local, onde permanecerão até decisão da justiça.

Para o delegado Demetrius, além de evitar a morte de uma pessoa, a prisão desses quatros homens é resultado de um trabalho intenso e integrado das Polícias Civil e Militar no combate à violência na cidade de Patos.

“As Polícias Civil e Militar vêm atuando continuamente na contenção das ações criminosas na cidade de Patos, objetivando diminuir os índices de crimes patrimoniais e, principalmente, os crimes de homicídio, o que se comprova com ações como essa”, disse o delegado.

Paraíba Online

Gostou? Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar
Pular para a barra de ferramentas