EDITORIALMUNDO

EUA passam a negar visto diplomático a companheiros gays de diplomatas


Desde essa segunda-feira (1º), o documento, a partir de agora, segundo informou a imprensa americana nesta terça-feira (2), só será atribuído aos que são casados



As regras para a concessão de visto diplomático para parceiros de diplomatas em relações de mesmo sexo mudaram nos Estados Unidos. Desde essa segunda-feira (1º), o documento, a partir de agora, segundo informou a imprensa americana nesta terça-feira (2), só será atribuído aos que são casados.

Em entrevista à CNN, funcionários do governo disseram que a nova determinação deve ser ser alinhada à política com a de casais heterossexuais. A equiparação também chegará aos americanos diplomatas que não estão nos EUA. Há quase dez anos, desde 2009, os Estados Unidos aceitavam parceiros de relações de mesmo sexo como membros de família.

Impacto pós-mudança

Parceiros de funcionários da ONU, embaixadores, funcionários de embaixadas e consulados e militares estrangeiros alocados em bases nos EUA, entre outros cargos, serão afetados pela mudança na regra da concessão do visto diplomático. Conforme a reportagem, o prazo para que os diplomatas impactados se casem é até o fim do ano. Caso contrário, terão que deixar o país em 30 dias.

Gostou? Você também pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp 83 98886 4599 ou 99166-4140.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar
Pular para a barra de ferramentas