EDITORIALPARAÍBA

Cabo é expulso da Polícia Militar por prática de roubo e estupro

A edição do Diário Oficial do Estado (DOE), desta terça-feira (30), publicou ato do governador Ricardo Coutinho (PSB) que mantém a exclusão de um cabo da Polícia Militar (PM) expulso da corporação acusado de roubo e estupro. A decisão pode ser conferida na página 8, do DOE.

De acordo com os autos, em 1993 o policial teria abordado um jovem, à época com 19 anos de idade, e o constrangido, mediante o uso de um revólver, a praticar com ele sexo oral e coito anal. Fatos semelhantes envolvendo outros jovens também foram denunciados por mães de supostas vítimas naquele ano. O cabo da PM foi condenado a uma pena de seis anos de prisão por estupro, estupro de vulnerável e roubo, após ser preso em flagrante.

Outra acusação contra o PM dá conta que ele teria feito outras seis vítimas de crime contra a liberdade sexual. A investigação apurou que os casos aconteceram entre o mês de dezembro de 2015 e janeiro de 2016, na praia de Jacarapé, em João Pessoa, ocasião em que ele portava vestimentas com estampas do Exército e arma de fogo para forçar suas vítimas à prática do ato delituoso.

PORTAL CORREIO

Você pode enviar informações à redação do portal tvsertaodaparaiba.com.br pelo Whatsapp (83) 9.9166-4140 ou
9.9384-3824.

Mostre mais

Artigos relacionados

Fechar
Pular para a barra de ferramentas