05/04/2017

Programa Xeque-Mate entrevista o ortopedista Dr. Jamacir Moreira que fala sobre doenças ósseas e orienta pais a observarem se filhos apresentam algum tipo de problema que possam comprometer os ossos: Assista!

Saúde

O programa Xeque-Mate desta segunda-feira entrevistou o Ortopedista Dr. Jamacir Moreira que é formado em medicina pela faculdade de ciências médicas da Paraíba.

Jamacir tem titulo de especialista em ortopedia e traumatologia pela sociedade brasileira de ortopedia e traumatologia pelo conselho regional de medicina da Paraíba e pelo conselho regional de medicina do ceará.

Jamacir Moreira é o único médico que realiza cirurgias de alongamento e reconstrução óssea do hospital regional do Cariri em Juazeiro do Norte – CE que é o único hospital público credenciado do interior do Ceará a realizar esse tipo de cirurgia. Além disso, único ortopedista da cidade com titulo de especialista a subespecialidade e tem vários cursos de atualização pela USP-SP.

O programa iniciou falando sobre o autismo que é uma síndrome geralmente diagnosticada entre 2 e 3 anos e tem como principais características a dificuldade na interação social, prejuízo na comunicação e alterações comportamentais.

Jamacir orientou os pais a observarem seus filhos desde o nascimento, para que possam notar se há algo de errado e logo encaminhá-los ao médico para que cuidem do problema.

O doutor explicou o que é artrose “nada mais é do que um processo de envelhecimento das articulações” disse. Há um desequilíbrio nas articulações que pode ser um desequilíbrio hereditário, secundário, rompimento de um ligamento levando o joelho a uma instabilidade e ocasionando a artrose. Ele disse também que hoje em dia é a queixa que mais leva um paciente a ele.

Além de artrose ele também explicou várias outras doenças como escoliose, osteoporose e como evitar fraturas no trânsito.
 

Link
Tags »
Xeque-Mate Ortopedista doenças ósseas orienta ossos
Assista também »
Comentários »
...

Você votaria no deputado ou senador que disser SIM a Pec da Previdência?

31.5%
40.3%
6.2%
22.0%